REGULAMENTO DO 3º CAMPEONATO KART BRASC 2015

 

ARTIGO 1º - Campeonato- O campeonato será disputado em 08 etapas, de fevereiro a dezembro de 2015, conforme o calendário que consta no artigo 4º. Cada etapa estará sujeita às regras do circuito onde for disputada. Haverá uma única categoria.

ARTIGO 2º - Número de participantes - Serão aceitas até 20 inscrições, e não haverá numero mínimo de pilotos para a realização de uma etapa.

ARTIGO 3º - Inscrições - As inscrições poderão ser feitas a qualquer momento durante a temporada, enquanto não for atingido o limite de 20 inscritos. A taxa será de R$ 50,00 para todos, e o valor arrecadado será usado integralmente no evento da grande final que será realizado juntamente com a última etapa.

ARTIGO 4º - Etapas - As etapas serão realizadas aos sábados, conforme disponibilidade do autódromo, podendo ser adiadas e remarcadas somente por motivo de força maior ou fenômenos da natureza. Cada participante será responsável por pagar a sua corrida. Na semana que preceder cada etapa será feita uma avaliação do quórum, e havendo número suficiente de confirmações que permitam pleitear descontos, um dos participantes irá procurar os responsáveis pelo circuito para negociar o valor da bateria.

ETAPAS

1 – 28/02/2015 – Autódromo Joinville 

2 – 11/04/2015 – Autódromo Beto Carrero transferida para Joinville

3 – 30/05/2015 – Autódromo Joinville

4 – 18/07/2015 – Autódromo Indaial

5 – 29/08/2015 – Autódromo Joinville

6 – 03/10/2015 – Autódromo Beto Carrero

7 – 07/11/2015 – Autódromo Indaial

8 – 05/12/2015 – Autódromo Joinville

Parágrafo primeiro – As condições climáticas pode ser um forte fator impeditivo para a realização das corridas, ocasionalmente poderá a organização do evento cancelar antecipadamente a prova, para evitar custos desnecessários aos competidores.

Parágrafo segundo – cada piloto ficará responsável pelo pagamento de sua participação na corrida, ficará também ao encargo dos pilotos, o pagamento adicional de R$ 35,00 por etapa, denominado Bolsa Kartbrasc, para contribuição à festa de final de ano.

Parágrafo terceiro – Caso o circuito apresente problemas técnicos para realização da prova, entenda-se, falhas de equipamentos, queda de energia, entre outras situações que a comissão julgadora considerar como prejudicial à corrida, a prova deverá ser cancelada, para não prejudicar a classificação do campeonato.

ARTIGO 5º - Karts - Serão fornecidos pelos kartódromos, sendo escolhidos por sorteio apenas na primeira corrida de cada circuito da temporada de 2015. A partir da segunda prova no mesmo circuito, os karts serão definidos na ordem inversa da posição na última corrida desse local, assim o piloto que ficou em primeiro lugar correrá com o carro que terminou em último lugar na corrida anterior.

Parágrafo primeiro – caso algum kart que tenha participado da corrida anterior do mesmo circuito esteja em manutenção, será substituído pelos karts disponíveis no local, sendo selecionados por sorteio.

ARTIGO 6º - Formação do Grid de Largada - Será realizada tomada de tempo apenas na primeira etapa da temporada de 2015, nas demais provas a formação do grid será definida pela classificação inversa da corrida anterior. Assim o piloto vencedor da última etapa largará em último lugar na prova subsequente.

ARTIGO 7º - Pontuação por Etapa - A pontuação de cada etapa será a seguinte:

  1º- 15 pontos 
  2º- 14 pontos 
  3º- 13 pontos 
  4º- 12 pontos 
  5º- 11 pontos 
  6º- 10 pontos 
  7º-   9 pontos 
  8º-   8 pontos 
  9º-   7 pontos

10º -  6 pontos

11º -  5 pontos

12º -  4 pontos

13º -  3 pontos

14º -  2 pontos

do 15º em diante- 1 ponto

 

Melhor Volta - 1 ponto.


Parágrafo primeiro – cada participante terá direito ao descarte de uma corrida durante a temporada, para efeito de classificação, ou seja, a pior posição do competidor durante o ano será desconsiderada a pontuação. Assim, cada piloto pontuará em apenas sete etapas.

O objetivo é tornar o campeonato mais justo, evitando que eventos extraordinários, como faltas justificadas, mal estar, acidentes e panes durante as etapas prejudiquem o piloto.

ARTIGO 8º - Equipes – O campeonato contará também, com equipes de construtores, definidas por cinco cabeças de chave e os demais por sorteio, dependendo do número de inscritos, que serão classificadas conforme pontuação estabelecida no artigo 7º.

ARTIGO 9º - Classificação do Campeonato - Para definir a classificação parcial e final dos pilotos e equipes, serão seguidos os seguintes critérios, visando evitar a ocorrência de empates:

a. Maior número de pontos; 
b. Maior número de vitórias;  
c. Maior peso;  
d. Maior número de presenças;  
e. Maior número de melhores voltas em corridas;

 

ARTIGO 10º - Premiação - A premiação será distribuída conforme o desempenho por piloto, bem como, por equipes, que será entregue após a última etapa, e depende do quantum arrecadado.