Informações para a Prova | Classificação da Prova | Fotos

  Local: Kartódromo Internacional de Joinville;

  Endereço: R. Dorothovio do Nascimento, 2290 - Jd Sophia, Joinville - SC, 89223-600 (link Google Maps);

  Telefone: (47) 3467 - 1366;

  Data: Sábado - 28/02/2015;

  Horário: 17:00h;

  

  

 

 

Resumo:

 

 

Não é religião, não é time de futebol, não é mulher bonita, Srs.(a) estou falando do Kartttbbbrrraaasssccc, o maior campeonato de Kart de todos os tempos. Este ano, o esporte sensação do momento, conta com reforços de peso, acompanhem: vindo diretamente de Pirabeiraba, estréia na categoria, Anderson Acel, que não participou da primeira etapa, mas promete; outra novidade, não com tanto peso assim, é a participação de Bruno Esquelético, o segundo integrante da Dinastia Saito; chegando agora, com muita vontade, Rodrigo Angeloni; ainda no quadro dos novatos, Rogério São Francisco e Richard Jaraguá; transformando-se no maior nepotismo das pistas, a família Saito empregou mais dois pilotos no Kartbrasc em 2015, André Saito e Juliano Saito; figurando como renovação do campeonato, Michel Cappelezzo, fulgo peito de pombo; e, por último, dois velhos conhecidos da turma, Genivaldo Acqua Man e a fera da Serra, Gerson Kucarz.

Feitas as apresentações, a primeira corrida foi marcada pelo equilíbrio, com as modificações adotadas no regulamento, o campeonato deve esperar mais um pouco este ano para conhecer o campeão. A primeira delas foi quanto a pontuação, concedendo apenas um ponto de vantagem por colocação, diferente do ano passado, que o primeiro colocado ganhava três pontos a mais do que o segundo. O ídolo Ilvio Senna gostou da mudança: “viu, foi uma alteração importante, assim eu não distancio muito dos líderes, fico com uma pontuação mais próxima”. Outras mudanças ainda não puderam ser sentidas, como a formação do grid com a posição invertida com relação a última corrida, isso dará mais emoção, pode ter certeza.

Pela chegada dos pilotos, já era possível ver o clima tensão no ar, Salustiano Gauchão chegou acompanhado de seu amigo Lewis Hamilton, rapidamente disse estar pronto para a temporada, mas falou isso em outro idioma, como segue: “I´m ready to Saito”. Japonês Supersônico chegou em seu lowered car, com estilo, acenando para a torcida, que foi ao delírio, já que estavam diante do único bicampeão mundial do kartbrasc, ao ser perguntado pelos repórteres sobre a declaração de Gauchão, revidou: “ano passado perdi a última corrida do ano, porque este hominho de bombacha me jogou para o mato, este ano ele não vai conseguir, vai ter que correr muito para encostar em mim. 勝つ最”, Saito conclui em Japonês, que vença o melhor. Bruno Esquelético chegou com o campeão, mas não quis prestar declarações, estava muito nervoso, já que se tratava de sua estreia na categoria, apesar de vir com o título do último campeonato que participou, Kart Pepa Pig. Giuliano Fenômeno, novamente confundindo à imprensa quase se passando por Fernando Alonso, com seus óculos Jupiter Square da Oakley, demonstrou firmeza: “vou mostrar porque meu apelido é fenômeno”.

Fora dos holofotes dos favoritos, um avião fretado trouxe os pilotos dos alpes de Mafra e Canoinhas, Alcionei Frozen, estranhando o calor de Joinville; Henrique Expresso; Paulinho Rolimã, que nos treinos preliminares em Melbourne foi o mais rápido; e, por último, Gerson Kucarz, o “cara” da serra.

Única tomada de tempo do campeonato neste ano, os pilotos entraram na pista com raça, demonstrando que estavam dispostos a vencer. Salustiano Gauchão apresentou problemas em seu carro principal substituindo-o pelo reserva, a assessoria de imprensa do Kartbrasc conseguiu captar o aúdio de Gauchão conversando com o engenheiro, no momento que o carro apresentou o defeito:

- Gauchão, na escuta??

- Fala índio guaxo!!

- o rendimento do seu carro não está dos melhores, não consegue dá uma encostada nos pneus para danificar o carburador?? Ai troca o carro!!

- não vai ficar chato, tchê??

- acontece macanudo!!!

Com essa “manobra” nos boxes, Gauchão cravou a pole position, seguido por Genivaldo Acqua Man. O favorito, Japonês Supersônico, ficou apenas em quinto lugar, a plateia disse ter visto o piloto fazer “joguinho de família”, ou seja, acompanhou Bruno Esquelético na tomada de tempo para mostrar o traçado, “empurrando” o herdeiro para melhorar o tempo. O destaque negativo ficou por conta de Alexandre Cabanhas, com visível sobrepeso, que no ano passado terminou o campeonato em terceiro lugar, conseguiu apenas a penúltima colocação, a equipe por rádio falou com o piloto “Cabanhas o motor está com dificuldade para desenvolver, muito peso”.

Carros alinhados no grid, bandeira agitada, é dada a largada do Kartbrasc 2015. Salustiano Gauchão concluiu a primeira curva na ponta, seguido por Heraldo Supercarros, dia de atuação brilhante nas pistas, com Japonês Supersônico pulando para terceiro, logo atrás, Genivaldo Acqua Man vinha em quarto, Giuliano Fenômeno em quinto e, completando o pelotão da frente, Bruno Esquelético. Era possível notar, nas três primeiras voltas, o equilíbrio de todos os pilotos, uma vez que a diferença do primeiro para último, não passava de cinco segundos, era impressionante ver uma fila indiana na pista, as arquibancadas foram ao delírio. Na ponta, antes das dez primeiras voltas, Japonês Supersônico faz o público levantar, ultrapassou Heraldo Supercarros, bem como, Salustiano Gauchão, assumindo a liderança. Mais adiante, travando uma verdadeira batalha, estavam Genivaldo Acqua Man, Giuliano Fenômeno e Bruno Esquelético, sem diferença entre eles na briga pela quarta posição. Nas últimas colocações, Alexandre Cabanhas em uma corrida de recuperação, largou em 13º e nas três primeiras voltas já figurava em 10º lugar, até que bateu bruscamente nos pneus, na primeira curva depois dos boxes, perdendo vários segundos, voltando para última posição. Nisso escaparam um pouco Andrei Montoya, em sétimo e, Gerson Fera, em oitavo. Paulinho Rolimã não estava em uma tarde inspirada, com problemas no carro na tomada de tempo, conseguiu dar apenas dez voltas com seu Mclaren, saiu da corrida bastante desapontado, porém, muito otimista, nas entrevistas disse que “vou largar em primeiro na próxima etapa, tenho direito a um descarte, minha preocupação com a saída prematura são apenas com meus patrocinadores”. No meio da corrida alteração nas colocações das posições intermediárias, um leve acidente prejudicou os pilotos Rodrigo Angeloni e Richard Jaraguá, favorecendo, Alexandre Cabanhas que pulou para 9º lugar. Outro piloto que teve problemas foi Giuliano Fenômeno, que estava em uma acirrada disputa com Genivaldo Acqua Man e Bruno Esquelético, porém, no final da corrida, rodou, e se distanciou dos líderes, terminando a prova em sexto lugar.

Dessa forma terminou a 1ª Etapa Kartbrasc 2015, com Saito em primeiro; Gauchão em segundo, repetindo a disputando do ano passado; Heraldo em terceiro, que terminou 2014 falando para Cabanhas, que seu objetivo para 2015 seria ficar na sua frente na classificação do campeonato; Genivaldo Acqua Man, que venceu a disputa com Bruno Esquelético em quarto; Bruno Esquelético, em quinto, mostrando que não veio para brincadeira, está mirando o Gauchão; Giuliano Fenômeno, em sexto, mostrando competitividade, andou a corrida inteira disputando os primeiros lugares; Andrei Montoya, em sétimo, bastante regularidade, terminando à frente de pilotos velozes; Gerson Fera da Serra, concluiu em oitavo, uma boa corrida, sem se envolver em confusão para não perder tempo; Alexandre Cabanhas, em nono, precisa melhorar para manter sua performance de 2014; Richard Jaraguá, concluiu em décimo, boa posição para uma estreia, a imprensa já fala em um novo Felipe Nasr, em comparação com a primeira corrida do piloto na F1; Alcionei Frozen, ficou em 11º, boa colocação, considerando o equilíbrio da primeira corrida; Rodrigo Angeloni, também estreante, terminou em 12º, porém, envolveu-se em leve acidente no meio da corrida, que poderia o colocar em posições melhores; Henrique Expresso ficou em 13º, mas assim, como Paulo Rolimã, teve problemas na corrida, bateu, enfim, não demonstra a real classificação que o piloto poderia ficar; por último, Paulo Rolimã, que não recebeu bandeirada, porque não terminou a prova.

Como sempre, este resumo relata a movimentação na coletiva de imprensa após a prova com os três primeiros colocados. Alexandre Saito disse “estou muito contente com o desempenho do carro, o trabalho da equipe, eu e o Esquelético estamos trabalhando firme para fazer uma dobradinha da família este ano. Minha maior preocupação agora é o retorno do Ilvio Senna, que me deixa um pouco assustado”. Gauchão lembrou em sua fala ao “amigo Supersônico, apesar de eu ter terminado em segundo, fiz a melhor volta, assim, estamos empatados no campeonato, não cante vitória antes do tempo tchê. Vou diminuir o tênis, parar com o balé, para me dedicar mais nas pistas, repito, I´m ready to Saito”. Heraldo Supercarros começou dizendo que “foi sorte!!! É a primeira vez que venho falar para a imprensa, estou muito emocionado, agradeço minha equipe e família por este momento, mas, quero deixar claro o meu objetivo este ano, ganhar do Cabanhas”.

Os pilotos foram aguardados para recepção à noite, na Cachaçaria Água Doce, com a imprensa e o meio automobilístico, porém, o evento foi um fracasso, compareceram apenas Alexandre Cabanhas e Andrei Montoya, decepcionando os repórteres que esperavam Saito e Gauchão, o encontro não foi nem noticiado, face participação dos pilotos sem muita expressão.

O próximo encontro, realizar-se-á no dia 11/04, novamente na cidade dos príncipes, Joinville, para a edição de mais uma etapa do Kartbrasc.

 

 

Classificação

 

 

Posição

Piloto

Voltas

Diferença

Melhores voltas

Alexandre Saito

26

 

0:42.788

Salviano Ari

26

0:05.75

0:42.691

Heraldo Gesser

26

0:24.16

0:43.511

Genivaldo Viana

26

0:28.85

0:43.213

Bruno Saito

26

0:31.19

0:43.631

Giuliano

26

0:40.29

0:43.278

Andrei Paza

25

1 Lap

0:43.856

Gerson Kucarz

25

1 Lap

0:44.615

Alexandre Pires

25

1 Lap

0:43.763

10º

Richard Jaraguá

25

1 Lap

0:43.593

11º

Alcionei Longen

25

1 Lap

0:44.466

12º

Rodrigo Souza

25

1 Lap

0:45.116

13º

Helton Longen

24

2 Laps

0:44.025

14º

Paulo Elias

10

16 Laps

0:43.697