Informações para a Prova | Classificação da ProvaFotos

  Local: Kartódromo Internacional de Joinville;

  Endereço: R. Dorothovio do Nascimento, 2290 - Jd Sophia, Joinville - SC, 89223-600 (link Google Maps);

  Telefone: (47) 3467 - 1366;

  Data: Sábado - 30/01/2016;

  Horário: 15:00h;

  

  

 

 

 

Resumo:

 

                 Inicia a 4ª edição do maior campeonato de automobilismo do planeta, Kartbrasc, este ano só temos feras na competição, além das figuras conhecidas por todos, entraram pilotos com bom histórico na disputa, são eles:

 

- Júnior Mecânico: campeão catarinense em Brusque, correu contra Barrichello e Felipe Massa, que o desbancaram na disputa pela vaga nos campeonatos preliminares da F1;

- Leandro Fritz: vice-campeão do campeonato Afirma de 2015, travou bela disputa com Paulinho Rolimã e Alexandre Cabanhas nos Alpes de Mafra. Logo em sua primeira entrevista para a TV Kartbrasc, quando perguntado se estava nervoso com a estreia na categoria, disse “quando fui correr na altitude também tinham favoritos, que conheciam o carro, a pista, mas aqui tem braço”;

- André Ferramenteiro: tinha um sonho, quando era pequeno, de pilotar um F1, começou montando um carrinho com as ferramentas agrícolas do pai em Mafra, fez um prospecto com as rodas do carinho de mão e, assim, foi evoluindo, passando dos carros de passeio para os de corrida, até hoje ter conseguindo o índice para participar do Kartbrasc, promete fazer bonito este ano;

- Fabrício Papanduva: gerente da agência de alto nível do planalto norte, 872 metros acima do mar, está sendo investigado pela entrada na categoria, fontes do MPF acreditam que faça parte do Kartolão, esquema de propinas para escolha de pilotos, que envolve os diretores do Kartbrasc, Gauchão, Cabanhas e Supercarros. Fabrício parece que entrou pelos bastidores do campeonato, mas não é bobo, fez uma excelente primeira corrida, conhecendo melhor os traçados e adaptando-se aos Karts se torna um perigo para as próximas etapas.

- Anderson Motoca: já esteve no Kartbrasc em 2014, ficou mundialmente conhecido pela espetacular capotagem que deu na 5ª etapa daquela oportunidade, ali mesmo em Joinville, quando voou nos pneus da reta dos boxes, na curva que até hoje é conhecida como “Curva Anderson Valentim” em sua homenagem;

                A velha guarda foi chegando no kartódromo acenando para as fãs, acompanhados de amigos, astros da música pop, celebridades, a movimentação era grande. Salustiano Gauchão, campeão do ano passado, sempre acompanhado de seu amigo e consultor Lewis Hamilton, não mudou muito seu estilo, o mesmo cabelo moicano com flocos de neves, pálido, só disse a impressa que quer manter o jeito que o levou ao título em 2015. Rodrigo Angeloni está se preparando fora das pistas para o campeonato, veio acompanhado de Márcio Atalla para a corrida, ao esporte espetacular no meio da semana comentou “quero estar na medida certa”. Gerson Kuzinheiro está de mão cheia, passou a pré-temporada na Bahia com Bela Gil preparando diversas receitas novas, comentou aos amigos assim: “quero fazer um bolo na primeira curva, joga fogo no campeonato, e no final servir carne de zebra em 2016”.

                A exemplo de 2015, a primeira corrida, defini o grid de largada por intermédio da tomada de tempo. Apesar do alto nível da competição deste ano, as primeiras posições foram ocupadas por pilotos veterenos do kartbrasc. Com excelente tempo, o atual campeão, Salustiano Gauchão conquistou a pole, que pelo rádio, falando com a equipe, foi possível escutar a comemoração no velho estilo gaúcho, “uhruu, obrigado meninos, quando eu chegar aí dou um beijo em vocês!!!”, no entanto, imediatamente, foi repreendido pelo chefe de equipe, Sr. Élcio “vamos parar com esta porra Gauchão”. Ao seu lado, em segundo lugar, largou o parente do jogador Valter, o largo Alexandre Cabanhas. Completando as primeiras posições, Heraldo Supercarros, que conseguiu neste ano novo patrocinador, Namastê Ótica, localizada na Rua Reinoldo Rau, 535, Jaraguá do Sul, que possui descontos especiais para pilotos do kartbrasc, “compre seus óculos com desconto na Namastê”.   

                A expectativa para a largada tomou conta dos pilotos, todos sabiam que a corrida seria disputada, estavam debaixo de um calor de 35º C, sensação térmica no carro superior a 40º C, além de quente seria difícil aguentar o ritmo. Os carros foram perfilados, os giros dos motores foram lá em cima, e foi dada a largada da primeira etapa do Kartbrasc 2016. Salustiano Gauchão perdeu a liderança para Heraldo Supercarros, caindo para segundo, seguido por Alexandre Cabanhas, em terceiro. Na quarta posição estava Andrei Montoya, vice campeão do ano passado, agora considerado “macaco velho” no Kartbrasc, diferente de quando começou, que recebeu o apelido de Montoya porque corria em outras categorias. O primeiro novato a figurar entre os primeiros era Júnior Mecânico, em quinto lugar, muito próximo do pelotão da frente. Ocupando a sexta posição estava Richard Jaraguá, vencedor de duas etapas no ano passado. Em sétimo Paulinho Rolimã, seguido por Leandro Fritz, Gerson Kuzinheiro, Rodrigo Angeloni, Fabrício Papanduva, André Ferramenteiro e Anderson Motoca, que até este momento, não tinha voado na pista ainda. A briga dos quatro primeiros lugares pode se considerar épica, enquanto Supercarros e Gauchão foram se revezando na liderança da corrida, Alexandre Cabanhas e Andrei Montoya, estavam colados nos dois primeiros colocados, os quatro faziam a parabólica, depois da reta dos boxes, em fila indiana, era impressionando a regularidade dos quatro pilotos. Nessa disputa Salustiano Gauchão levou a melhor, conseguiu ultrapassar Supercarros e se distanciou um pouco, na sequência Montoya em outra parabólica fez grande manobra, passando, ao mesmo tempo, Cabanhas e Supercarros. Cabanhas, que nesse momento havia caído para quarto lugar, colou em Heraldo, que estranhamente passou a perder potência do motor e foi superado por vários pilotos, caindo para nono lugar. Montoya se consolidou em segundo a partir daí, Cabanhas em terceiro, acompanhado de perto por Júnior Mecânico, que resistiu até próximo do fim da corrida, porém, deu uma escapada, e cedeu o quarto lugar para Richard Jaraguá. Em sexta lugar ficou Leandro Fritz, acompanhado de Gerson Kuzinheiro e Rodrigo Angeloni, que fizeram boas disputas durante a prova, e demonstram estarem bem preparados em 2016. Em décimo lugar terminou Fabrício Papanduva, em uma corrida de segurança, sem arriscar muito, para reconhecimento da pista, seguido por André Ferramenteiro e Anderson Motoca. Paulinho Rolimã teve problemas técnicos no fim da corrida, não conseguiu concluir a prova.

                Na coletiva de imprensa havia pilotos satisfeitos com o rendimento na corrida, demonstrando a força da competição em 2016. Salustiano Gauchão, como sempre, começou solicitou a execução do Hino da República do Rio Grande do Sul, na sua fala enfatizou “o nível deste ano está muito forte, não há favoritos”. Andrei Montoya disse “só quero agradecer meu patrocinador Zehn Irish, único PUB genuinamente germânico do meio vale, uma nova opção de lazer em Brusque, vou pagar uma recepção para todos os pilotos este ano lá”. Alexandre Cabanhas fica entusiasmado quando consegue participar da coletiva, momento muito raro, simplesmente falou “como é difícil estar aqui... kkk”

                Os pilotos não passaram suas agendas da noite, mas tinham diversos compromissos, não se reuniram em evento fechado, mas que irá acontecer nas próximas etapas.

                O próximo desafio acontecerá no dia 27/02, no Kartódromo Internacional de Joinville, e tudo pode mudar na classificação do campeonato.

 

 

Classificação

 

Posição

Piloto

Voltas

Diferença

Melhores voltas

Salviano Silveira

28

 

0:43.603

Andrei Paza

28

0:07.75

0:43.910

Alexandre Pires

28

0:12.43

0:43.718

Richard Camacho

28

0:19.82

0:43.890

Altair Júnior

28

0:29.48

0:44.071

Leandro Fritz

28

0:39.80

0:43.910

Gerson Kucarz

28

0:40.57

0:44.595

Heraldo Gesser

28

0:42.79

0:43.324

Rodrigo Souza

27

1 Lap

0:44.783

10º

Fabrício Gomes

27

1 Lap

0:44.527

11º

André Medeiros

27

1 Lap

0:45.495

12º

Paulo Elias

26

2 Laps

0:44.920

13º

Anderson Valent

25

3 Laps

0:46.483