Informações para a Prova | Classificação da Prova | Fotos

  Local: Kartódromo Internacional de Joinville;

  Endereço: R. Dorothovio do Nascimento, 2290 - Jd Sophia, Joinville - SC, 89223-600 (link Google Maps);

  Telefone: (47) 3467 - 1366;

  Data: Sábado - 02/04/2016;

  Horário: 15:00h;

  

  

 

 

 

Resumo:

                Boas novas a todos os leitores, o resumo Kartbrasc está de volta, a direção acertou os salários da equipe de jornalismo, principalmente com o chefe de edição, Alexandre Borner, que colocou a equipe na estrada para fazer a cobertura deste grande evento.

                O entrevistado da etapa para o programa “Na Estrada com Galvão” foi Gerson Kuzinheiro, que deram um passeio pela cidade berço do Contestado, Canoinhas. No final, Kuzinheiro, preparou um Dourado recheado para o apresentador no Rancho de Paula Pereira, às margens do Rio Iguaçú para conversarem sobre o Kartbrasc.

                O campeonato, que possuía 14 pilotos, contou com uma baixa neste ano, André Ferramenteiro, alegando problemas de saúde. Ainda outros imprevistos reduziram substancialmente a participação dos pilotos nesta 3ª Etapa, com suspeita de ataque terrorista na rodovia que liga Papanduva a Mafra foi interditada nos alpes catarinenses, impedindo a participação de Fabrício Papanduva e Anderson Motoca. Richard Jaguara, por liminar, foi proibido de correr, porque está respondendo processo por possível sonegação na sua transferência da F3 para o Kartbrasc, os levantamentos iniciais apontam uma quantia similar à que Neymar está sendo investigado na sua ida ao Barcelona, um jatinho já foi bloqueado. Rodrigo Angeloni, contraiu vários vírus de gripe, que nem sabia o que sentia.

                Mesmo com um menor número de pilotos a corrida prometia e seu resultado daria indicações dos favoritos ao título deste ano. O primeiro a chegar foi Paulinho Rolimã, vencedor da última etapa, acompanhado de sua esposa, que falou para Reginaldo Leme “esta pista é complicada, exige muito dos pilotos no ‘S’ do Senna, mas o objetivo é chegar na frente”. Júnior Mecânico, também em família, estava feliz, com o segundo lugar na última corrida, conseguiu patrocínio novo, Mecânica Auto Quality, comprou macacão, recebeu aumento, prometeu melhorar seu rendimento. Andrei Montoya estava reclamando para a equipe, não pode treinar no último mês, estava ocupado fazendo ovos de páscoa, para amigos falou que não podia mais ver coelho na frente. Nos bastidores rodavam uma acusação grave sobre Heraldo Supercarros, um dos fiscais de prova deixou escapar que o piloto, na noite anterior, treinou no circuito que a prova deste sábado seria realizada, auditores do Kartbrasc estão investigando, o caso está nas mãos de Meneghetti para verificação.

                O grid de largada já estava definido, Montoya largaria na pole, seguido por Cabanhas, Supercarros, Fritz, Gauchão, Mecânico, Rolimã e Kuzinheiro. Quem não estava animado para largada era Cabanhas, porque seu carro corre com dois pacotes de açúcar de 5 kg a mais do que os outros pilotos, atrapalhando na arrancada. Alexandre foi um visionário, logo na largada perdeu as posições para Supercarros, Gauchão e Mecânico. Montoya também não estava com bom rendimento, largou na frente, mas logo, foi perdendo a posição para Heraldo, Salu e Júnior. No final da primeira sequência de curvas Cabanhas foi tocado, desestabilizou e perdeu a posição também para Fritz, Rolimã e Kuzinheiro. Na segunda volta, a corrida estava sendo liderada por Heraldo Supercarros, seguido por Salustiano Gauchão. Na última curva, antes da reta dos boxes, Júnior Mecânico se embolou com outro piloto e foi ultrapassado por Cabanhas e Kuzinheiro, então, a partir daí, começou a nascer um novo fenômeno das pistas, o então Júnior Mecânico, passou a ser chamado por Galvão de Júnior Fenômeno, já na terceira volta, passou novamente Gerson, Alexandre e Leandro. Ninguém segurava mais o Fenômeno, ultrapassou todos a sua frente, assumindo a liderança; seguido por Heraldo Supercarros, em segundo; Salustiano Gauchão, em terceiro; Paulinho Rolimã, em quarto; Leandro Fritz, em quinto; Alexandre Cabanhas em sexto, assumindo a posição de Andrei Montoya, que substituiu o carro por mau rendimento; Gerson Kuzinheiro, em sétimo, vinha colado em Cabanhas, porém rodou sozinho, perdeu um pouco de contato; Andrei Montoya, depois de sua parada estava em último. A corrida não teve muitas surpresas até o final, os tempos de volta estavam regulares, os pilotos mantinham as distâncias, houve poucas disputas até o final. Andrei Montoya conseguiu realizar a melhor volta, mantendo-se na mesma volta do líder. Júnior Fenômeno levou seu kart até o final em primeiro e entrou para as estatísticas, como um dos poucos pilotos que venceram no Kartbrasc, antes dele, apenas Genivaldo Acquaman, Japonês Supersônico, Salustiano Gauchão, Volnei Boladrop, Paulinho Rolimã e Richard Jaguara haviam conseguido essa façanha.

                Os pilotos chegaram na coletiva de imprensa animados, pela primeira vez Júnior Mecânico falaria como vencedor, e disse “o Kartbrasc é uma vitrine para as pessoas no automobilismo, por isso, era importante mais colisões dos karts, para incentivar a batida saudável de carros, que as pessoas não sofram lesões, para aumentar o movimento de meu patrocinador Mecânica Auto Quality”. Heraldo Supercarros comentou “como diria Gauchão, o cavalo passa encilhado uma vez só, hoje era minha chance de ganhar e entrar para as estatísticas”. Salustiano Gauchão lamentou “a melhor parte era tocar o hino dos pampas na coletiva, preciso voltar a vencer”.

 

                Fenômeno, depois da vitória, para agradecer os pilotos que foram dando passagem para ele durante a corrida, recepcionou todos no Resort paradisíaco de Pirabeiraba, em uma grande festa. Salustiano Gauchão, inclusive, no final do evento, queria fazer a noite da espuma nas próximas corridas. 

 

Classificação

 

Posição

Piloto

Voltas

Diferença

Melhores voltas

Altair Júnior

23

 

0:47.481

Heraldo Gesser

23

0:02.19

0:48.013

Salviano Silveira

23

0:04.85

0:47.823

Paulo Elias

23

0:09.23

0:47.944

Leandro Fritz

23

0:18.30

0:48.575

Alexandre Pires

23

0:25.35

0:48.786

Gerson Kucarz

23

0:33.49

0:48.818

Andrei Paza

23

0:39.83

0:47.237